Marketing Digital

Utilizando personas no seu planejamento

Este post foi escrito para o Alexandre, o Rafael e a Beatriz. O primeiro é gerente de Marketing e está sempre em busca de novidades e tendências da área. O segundo é estudante de Publicidade e está buscando, especificamente, saber melhor o que são personas. Já a terceira faz parte de um departamento de Marketing e precisa entender como usar personas no planejamento que sua equipe está criando.

Uma dessas pessoas poderia ser você, ou estar em uma situação parecida com a sua. O que fizemos, nesse primeiro parágrafo, foi traçar perfis de pessoas que estariam interessadas no conteúdo do nosso blog e, desta maneira, atender melhor seus interesses.

Geralmente, as organizações definem seu cliente de forma genérica, por exemplo: homens e mulheres, classe A/B, 25 a 35 anos. O conceito de persona busca a olhar esses dados mais de perto, dando identidade e personalidade a esses clientes (daí o nome persona).

Basicamente, personas são personagens idealizados que representam seu cliente. É preciso dar a eles nome, idade, profissão, objetivos e problemas (pessoais ou profissionais) que necessitam de solução.

Com um perfil social e psicológico, fica muito mais fácil planejar seus serviços, comunicar-se melhor com seu público, criar campanhas com as quais os clientes se identifiquem mais e até gerar insights para novos produtos.

 

Veja os principais benefícios de adotar o uso de personas no seu planejamento:

 

1- Deixa sua comunicação mais focada: Conhecendo a personalidade dos seus consumidores, você saberá se sua comunicação deve ser mais formal ou informal. A abordagem deve ser mais conservadora ou pode conter pautas progressistas? Definir a personalidade do seu público evita que você faça uma comunicação genérica ou que esbarre em temas polêmicos para seus clientes.

 

2- Ajuda a definir os melhores canais e o tipo de conteúdo: Vale a pena investir em um canal no Youtube ou é melhor ficar no Facebook? Com que frequência publicar conteúdo. Vale a pena manter um blog? Se sim, os conteúdos devem ser longos e mais analíticos ou mais curtos e objetivos? Além disso, você poderá segmentar melhor suas campanhas e atingir as pessoas certas com cada uma delas.  

 

3- Ajuda sua marca a se relacionar melhor no ambiente digital: Conhecer o perfil psicológico, os sonhos e problemas do seu cliente, faz com que sua marca seja mais assertiva ao se relacionar com eles em redes sociais ou por meio do fale conosco, por exemplo. Em vez de respostas padrão, é possível criar interações mais pessoais, fazendo com que o cliente perceba que há empatia e que a empresa realmente o entende e se importa com ele.

 

COMO USAR PERSONAS NO MEU PLANEJAMENTO?

 

1- Nada de achismos, conheça seu público: em primeiro lugar, é necessário fazer pesquisas e entrevistas com pessoas que realmente consomem seus serviços. Muitas vezes, os profissionais de Marketing têm ideias erradas, distorcidas ou preconceituosas sobre seu público.

Portanto, em vez imaginar quem seria seu cliente, conheça verdadeiramente as pessoas. Procure saber o que elas buscam em seus produtos, seus hábitos de consumo, por quais canais se informam,  que tipo de conteúdos elas consomem, quais são suas motivações, objetivos e problemas enfrentados.

Se seu negócio é pequeno e não possui verba para focus groups ou pesquisas aprofundadas, existem soluções mais simples que também podem ser eficientes, como o Google Formulários, que permite criar pesquisas online gratuitamente.

 

2- Analise cuidadosamente os dados: organize, agrupe as respostas mais frequentes e analise as informações obtidas. Possivelmente, você identificará diferentes tipos de pessoas que compõem seu público e será necessário criar mais de uma persona (normalmente a quantidade fica entre 3 e 5, dependendo do negócio).

O importante, nessa etapa, é analisar cuidadosamente os padrões de respostas que irão surgir. Eles irão ajudar a definir as suas personas. Vale a pena ressaltar que as preferências, gostos, sonhos e problemas das pessoas mudam conforme o tempo. Por isso, revise com certa frequência as etapas 1 e 2.

 

3 – Reúna as características e monte suas personas: depois de saber quantos consumidores ideais sua empresa tem, comece a dar forma às suas personas. Crie os nomes, idades, aspirações, problemas, objetivos e defina como sua empresa pode ajudar na vida de cada uma. Quanto melhor você conseguir detalhar suas personas, melhor.

 

4- Incorpore as personas ao seu planejamento: crie um documento com os detalhes de cada persona e compartilhe com as equipes. O Marketing pode definir um calendário de ações para cada tipo de persona e acompanhar seu desempenho. Além disso, conhecendo as personas, cada departamento estará alinhado estrategicamente quanto ao seus objetivos para impactar cada uma delas.

 

Quer saber definir melhor a personalidade do seu público? Entre em contato com a Titânio. Será um prazer ajudar você a usar as personas no seu planejamento.