fbpx

5 Tendências de redes sociais para 2019

O mundo das redes sociais está em constante mudança e, entre uma e outra tendência, sempre surgem boas oportunidades para explorar. Neste artigo, listamos  5 tendências de redes sociais que estão ganhando força e devem crescer em 2019:  

1- Social Listening

Não é novidade que as empresas monitoram as redes sociais, classificando menções positivas e negativas, posts com mais repercussão e crescimento de seguidores. O que começa a despontar, agora, é a utilização desse monitoramento para a geração de leads e vendas.

Trata-se de um monitoramento por palavras-chave que tenham a ver com seu negócio, com o objetivo de localizar pessoas que, espontaneamente, manifestaram desejo pelo serviço que você oferece.

É um movimento que fecha um ciclo de conteúdo: ao mesmo tempo em que a empresa posta conteúdo na web para ser encontrada, também se preocupa em encontrar um potencial cliente a partir do conteúdo que ele posta. E como muita gente manifesta desejos, recomendações, dúvidas e frustrações na rede, o social listening pode ser uma grande oportunidade.

2 – Conteúdo em vídeo

Todo ano o vídeo aparece como tendência e, para 2019, alguns especialistas preveem a dominância desse formato será ainda maior. Estimativas apontam que em torno de 80% do conteúdo consumido no próximo ano será em vídeo.

Exagero? Basta ver que, além do vídeo tradicional, é cada vez mais difundido o uso de stories em vídeos e lives, inclusive por setores mais tradicionais, como políticos.

3- Micro influenciadores

Quem acompanha as redes sociais viu o surgimento de personalidades e influenciadores nesses canais. Pessoas até então desconhecidas atingiram a grande mídia. É comum vermos alguns personagens antes restritos ao mundo virtual estrelarem comerciais para a TV.

Com isso, o valor para fazer ações com esses influenciadores torna-se muito alto e impraticável para pequenas marcas. Surge então o interesse nos micro influenciadores: eles têm menos seguidores que os números estratosféricos dos grandes influenciadores, mas atingem os nichos e sua audiência é verdadeiramente fiel e engajada, além de o custo das campanhas ser mais viável.  

4 – Compra direta pelas redes sociais

O Instagram já permite taguear produtos nas fotos e linká-los a uma loja virtual. Assim, o usuário pode tocar na roupa que a modelo está usando, ver o valor do produto e ir até ao site fazer a compra. O Facebook também permite linkar sua página ao seu site e chatbots no Messenger podem automatizar o atendimento, tirar dúvidas e oferecer produtos.

5 – Menos preocupação com o número de seguidores e mais com a qualidade das interações

Estima-se que uma parte considerável dos usuários de Instagram e Twitter, por exemplo, sejam robôs e fakes. De que adiantaria para sua marca ter essas contas como seguidoras? Mais importante do que contabilizar novos seguidores será focar em conteúdo e interações relevantes que possam efetivamente gerar leads para sua marca, fortalecer o relacionamento com seus seguidores e atender suas demandas.

Este artigo é parte de nossa série “Tendências 2019”. Para ficar por dentro que que estará em alta em outras áreas, como E-mail Marketing e ferramentas continue acompanhando o blog. Siga também nosso perfil no LinkedIn e não perca nenhuma publicação.